terça-feira, 12 de novembro de 2013

Onde o vento faz a curva...


Arraial do Cabo é assim, bem lá na pontinha do continente, um pedaço de terra que adentra o mar! Quem chega à cidade, logo na entrada se depara com a placa “Cidade bonita e que Deus abençoou...”, e não precisa muito para compreendê-la... Um lugar simplesmente mágico, localizado há 140km do Rio de Janeiro, na Região dos Lagos, e que pertenceu a Cabo Frio até 1985, ano de sua emancipação.

É conhecida como a capital do mergulho, e pelas cores de suas águas – azuis, esverdeadas, transparentes – dá para entender bem porque. Só de entrar no mar e olhar para baixo é possível enxergar todo o fundo, com a areia braaaaanca... um paraíso, que abriga uma diversificada vida marinha - tartarugas, meros, lulas, lagostas, arraias e até golfinhos.

Mas para quem não quer se aventurar “por debaixo d´água”, não se preocupe, tem os passeios de barco!  Eles partem da Marina dos Pescadores, na Praia dos Anjos, e duram de 3 a 4 horas. 

O roteiro inclui parada a praia do Farol, considerada uma das mais bonitas do Brasil, passando pela Gruta Azul, um salão de 30 metros de extensão e 15 de altura, cujo nome vem dos efeitos causados pelas paredes internas, que têm tons dourado e prateado e que se tornam azuis de acordo com a incidência de luz.

E para fechar o dia com chave de ouro, programa imperdível é ver o pôr do sol do mirante natural do Pontal do Atalaia, que tem a vista para a da Ilha dos Franceses! É de tirar o fôlego!




PS: Tatu, esse post é pra tu, para agradecer a hospitalidade de sempre! Muita saudade!

* Fotos: arquivo pessoal
** Fonte e mais informações: acesse os links no post acima

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Comentando “o post alheio”...

Sempre que vemos algo de que gostamos, que achamos bonito ou que nos chama a atenção por algum motivo, temos a tendência de “comentar” sobre isso com alguém, não é? E claro, quando a opinião é contrária, daí mesmo que “soltamos o verbo” ...hahahahaha. Ah, e ao ler um artigo super interessante de viagem na revista, você comenta com o seu melhor amigo: “putz, também já estive aí, e tem muitas outras coisas legais pra fazer nessa cidade!”.

Então, em um blog funciona da mesma maneira! Sabia que você pode dar a sua opinião ou compartilhar sua experiência sobre o assunto tratado no post? Sim, sim, pode sim! Basta clicar no link “comentários”, conforme indicado na figura abaixo.

Fique a vontade para “colocar a boca no trombone”, mas desde que não haja falta de respeito, hein! Será um grande prazer trocarmos vivências e impressões. E agora, mãos a obra, #COMENTEUMPOST ...hahahahaha

Guía del Ocio



ÓCIO! Vem do latim otiu, e significa não fazer nada; representa, por exemplo, uma folga do trabalho,do colégio ou faculdade, um momento de lazer, para aproveitar e descansar. E pensando nesse conceito, quer um momento em que o maior desejo é aproveitar, curtir e descansar que quando se está viajando a lazer ou turismo?

Ao visitar uma nova cidade, uma das coisas que mais interessa a qualquer turista que se preze é o que fazer para desfrutar ao máximo desse momento de ócio tão merecido! Tá certo, tá certo, eu sei, fazer absolutamente nada também é muito bom! Ficar jogado numa rede, de pernas pro ar... Huuuuummm, delícia! Mas confesso que, como o próprio nome do blog já diz, sou uma formiguinha atômica, tenho rodinhas nos pés. E acaba que não consigo ficar parada por muito tempo ...hahahahahaha.

Adoro conhecer, desbravar, descobrir! Gosto de ir por ali e por aqui, e virar o lugar de ponta cabeça, até bater aquele cansaço gostoso, daqueles em que você chega no hotel, toma aquele banho, deita e dorme até o dia seguinte! Simplesmente satisfeito por mais um dia.

Quando estava em Madrid, uma das minhas “ferramentas” preferidas para ajudar nesse desbravamento todo era o Guía del Ocio. Nada mais é do que uma revista semanal – disponível nas bancas toda sexta-feira -, que contém a programação cultural, gastronômica, esportiva semanal da cidade. Cinema, teatro, música, dança, festivais, exposições, restaurantes, bares, dicas de viagem, além das recomendações de críticos de prestígio. Tem de tudo um pouco, e seu formato pocket é ótimo para levar na bolsa! Ah, e o preço também era muito camarada, acessível, inclusive, para os viajantes com o orçamento mais curto: apenas 1 euro (não estou segura, mas acredito que o preço continua o mesmo). Vale ressaltar que muitas outras cidades da Espanha também têm essa “revistinha”, assim como Barcelona, Valência, Sevilha, Burgos, Las Palmas e Cáceres. E desde 2008, tem o Guía del Ocio Niños, uma publicação mensal, com a programação voltada para as crianças e famílias.

Sei que muitos outros lugares do mundo têm um guia como esse, mas, na minha opinião, o Guía del Ocio é um dos mais simples, práticos e baratos. Ah, só como curiosidade, na equipe fundadora do Grupo Guía Del Ocio, em 1975, esteve Florentino Pérez, o atual presidente do Real Madrid. Fica aí uma dica para tornar ainda mais aprazível o seu tempo livre!

* Fotos: Google e site do Guía del Ocio
** Fonte e mais informações: acesse os links no post acima